COVID-19
 
Informação de Interesse Regional
 

Apela-se para que seja mantida a serenidade e para que sejam cumpridas todas as recomendações da Direção-Geral da Saúde.

Em caso de dúvida ligue para o SNS 24 (808 24 24 24)
 
 
 
 
   Situação Epidemiológica na Região Oeste
 
   Atualizado a 01 de abril de 2020 | 21:00

Município
Casos confirmados
Observações referentes a casos confirmados
Óbitos
Alcobaça
6

0
Alenquer
6

0
Arruda dos Vinhos
0

0
Bombarral
2
0
Cadaval
3
0
Caldas da Rainha
11

0
Lourinhã
1
0
Nazaré
0

0
Óbidos
1
1 cidadão estrangeiro, não residente
0
Peniche
3

1
Sobral de Monte Agraço
0
0
Torres Vedras
15

0
Total
48
1
 
 
Documentos
 
  • Plano de Contingência da Comunidade Intermunicipal do Oeste
Consultar documento aqui
 
Comunicados
 
 
 
 
15.03.2020
 
15.03.2020 
 
13.03.2020
 
 
Ações de Esclarecimento
 
Workshop Online – Medidas de Apoio às empresas – COVID-19

No dia 24 de março, pelas 15 horas, realiza-se o Workshop Online – Medidas de Apoio às empresas – COVID-19, nomeadamente o Layoff simplificado.

Mais informação aqui
 
 
 
Ações promovidas pelos Municípios do Oeste
 
  • Desinfeção de ruas e espaços públicos exteriores 
 
 
 
 
 
 
Informação Útil
(fonte: Site da Direção Geral de Saúde)
1. O que é o novo Coronavírus?
O novo coronavírus, designado SARS-CoV-2, foi identificado pela primeira vez em dezembro de 2019 na China, na cidade de Wuhan. Este novo agente nunca tinha sido identificado anteriormente em seres humanos. A fonte da infeção é ainda desconhecida.
Ainda está em investigação a via de transmissão. A transmissão pessoa a pessoa foi confirmada e já existe infeção em vários países e em pessoas que não tinham visitado o mercado de Wuhan. A investigação prossegue.
2. Qual é a origem do novo coronavírus?
Segundo as informações publicadas pelas autoridades internacionais, a fonte da infeção é desconhecida e ainda pode estar ativa. A maioria dos casos está associada a um mercado em Wuhan (Wuhan’s Huanan Seafood Wholesale Market), específico para alimentos e animais vivos (peixe, mariscos e aves). O mercado foi encerrado a 1 de janeiro de 2020. Como os primeiros casos de infeção estão relacionados com pessoas que frequentaram este mercado, suspeita-se que o vírus seja de origem animal, mas não há certezas. Isto porque já foram confirmadas infeções em pessoas que não tinham visitado este mercado. A investigação prossegue.
3. Quais são os sinais e sintomas? 

A maioria das pessoas infetadas apresentam sintomas de infeção respiratória aguda ligeiros a moderados:
• Febre (T>37,5ºC)
• Tosse
• Dificuldade respiratória (Falta de ar)

Em casos mais graves pode causar pneumonia grave com insuficiência respiratória aguda, falência renal e de outros órgãos, e eventual morte. Contudo, a maioria dos casos recupera sem sequelas.

4. Como se transmite?

A COVID-19 transmite-se por contacto próximo com pessoas infetadas pelo vírus, ou superfícies e objetos contaminados.

Esta doença transmite-se através de gotículas libertadas pelo nariz ou boca quando tossimos ou espirramos, que podem atingir diretamente a boca, nariz e olhos de quem estiver próximo.

As gotículas podem depositar-se nos objetos ou superfícies que rodeiam a pessoa infetada. Por sua vez, outras pessoas podem infetar-se ao tocar nestes objetos ou superfícies e depois tocar nos olhos, nariz ou boca com as mãos.
 
5. Quais as medidas de prevenção?

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença:

• Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo;
• Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%;
• Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória;
• Evitar tocar na cara com as mãos;
• Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado.