Projeto Regional - O desafio de criar uma Rede com um Plano de Ação conjunto

 

 
 
 

 Metodologia

 
O trabalho desenvolvido teve como objetivo geral a constituição e implementação da Rede para a Inovação Social no Oeste.
Complementarmente o trabalho visou:
  • Identificação de áreas críticas sob o ponto de vista social em que é necessário intervir para a promoção da inclusão e a alavancagem da Inovação Social;
  • Implementação de sólidas parcerias entre os atores sociais mais relevantes da região Oeste;
  • Definição do plano de ação da Rede para a Inovação Social no Oeste;
  • Estruturação de conteúdos e apoio na submissão da candidatura e na produção de esclarecimentos pós-submissão;
  • Acompanhamento e monitorização da implementação da Rede para a Inovação Social no Oeste.
Para tal foram dados os seguintes passos, num trabalho conjunto entre a OesteCIM, os municípios e os parceiros locais:
1. Identificação de áreas críticas a nível social
1.1. Análise estatística e documental
1.2. Aplicação de métodos diretos de recolha de informação
1.3. Identificação de áreas críticas no contexto social e económico
 
2. Identificação e mobilização de parceiros públicos e privados
2.2. Levantamento de respostas sociais – questionários aos parceiros identificados
2.3. Preparação de materiais de apoio aos momentos de participação
2.4. Apoio na realização de sessões de trabalho com os parceiros identificados para apresentação da metodologia e objetivos do projeto e recolha de contributos
 
3. Caracterização do potencial de Inovação Social da região Oeste
3.1. Sistematização de informação
3.2. Matriz de correlação entre os problemas sociais identificados e as respostas potenciais
3.3. Definição de principais desafios no domínio da Inovação Social
 
4. Análise de benchmarking
4.1. Pesquisa e análise de boas práticas
4.2. Apoio no estabelecimento de redes/parcerias
4.3. Sessão de apresentação e brainstorming
 
5. Desenvolvimento do Plano de Ação da Rede para a Inovação Social no Oeste
5.1. Criação e dinamização de sessões de debate e de trabalho conjunto com os parceiros/atores sociais da região para a definição da estratégia e identificação de projetos
5.2. Sistematização dos contributos recolhidos
5.3. Estruturação do modelo de governação e implementação da Rede
5.4. Elaboração do Relatório "Plano de Ação da Rede para a Inovação Social no Oeste"