Oeste: Diagnóstico de Situação
 
Sistema Urbano
 
A ocupação populacional do território no Oeste evidencia a heterogeneidade da região que apresenta ainda, no contexto nacional, um peso elevado da população residente em freguesias rurais em coexistência com concelhos de forte pendor urbano.

• A população residente em freguesias rurais representa 15,1% do total da população do Oeste, enquanto no país essa proporção é apenas de 13,6%.

• Internamente à região verifica-se situações muito contrastadas: em Alcobaça, apenas 5,3% da população reside em freguesias rurais e no Cadaval, mais de metade da população reside em áreas predominantemente rurais.

• Nazaré e Peniche são os concelhos com maior pendor urbano (88,9% e 86,3% da população residente em freguesias urbanas, respetivamente, ultrapassando a média nacional).
 
Níveis de urbanização: tipologia de freguesias e população residente
 
Freguesias rurais e urbanas
 
 

Todos os concelhos do Oeste apresentam um peso do solo urbano na área total superior ao valor de referência nacional e, globalmente, a região detém um valor duas vezes superior à média nacional, com destaque para o uso industrial em Alenquer.

• Os solos urbanos representam 14% da área total do Oeste, enquanto no país representavam apenas 7%.

• Todos os concelhos apresentam proporções elevadas de solo urbano, com destaque para Peniche, onde atinge 25% do total.

• A estrutura de utilização dos solos urbanos revela, face ao país, um peso mais reduzido dos espaços consignados a equipamentos e parques urbanos, compensado por uma parcela mais elevada dos espaços urbanos e urbanizáveis.
 
Ordenamento do território, 2005
 


 
in Estudo Técnico elaborado por Augusto Mateus e Associados – Sociedade de Consultores, Oeste – Programa Territorial de Desenvolvimento 2008-2013, Abril 2008, pág. 177 e178