Projetos
 
Be, Taste & Feel Sustainable Oeste
 

 
 
Designação do Projeto | Be, Taste & Feel Sustainable Oeste

Objetivo principal | De acordo com os objetivos traçados pela Estratégia para o Turismo 2027, este projeto atua de forma estruturada e coerente na valorização e uso eficiente dos recursos, na diversificação da oferta e no reforço da comunicação e promoção integrada da região como destino turístico diversificado e sustentável. Deste modo, pretende-se implementar um conjunto de ações que visam incrementar o sentimento de pertença por parte de turistas e da comunidade local, a sensibilização e educação ambiental, envolvendo a própria comunidade e os turistas assim como a disponibilização de um conjunto de ferramentas de comunicação e suportes informativos virtuais, tendo em vista a promoção da sustentabilidade da atividade turística no Oeste.

Região de Intervenção | Região Oeste

Entidade Beneficiária | OesteCIM


Data de início | 2020

Data de conclusão | 2022

Custo total elegível | 395.322,00 EUR

Apoio financeiro da União Europeia | 316.257,60 EUR

 
Objetivos
A consolidação e o reforço do Oeste como uma região turística sustentável que unifica os turistas e a comunidade em torno do desenvolvimento integrado do território. O mote “BE, TASTE & FEEL SUSTAINABLE OESTE” (SÊ, PROVA E SENTE O OESTE SUSTENTÁVEL) desafia a ser sustentável, a região e cada um de nós (residente ou turista), e está assim ancorada em três eixos/produtos âncora:
  • Eixo/produto âncora 1. Cultura (Be) Preservar a identidade e valorizar a diversidade e as complementaridades intrarregionais
  • Eixo/produto âncora 2. Gastronomia e vinhos (Taste) Afirmar os produtos endógenos como símbolos da sustentabilidade do Oeste
  • Eixo/produto âncora 3. Náutica (Feel) Estruturar e reforçar a aposta no mar como recurso turístico distintivo e único do Oeste
Complementarmente definem-se os seguintes Objetivos específicos (Oe):
 
Oe 1. Promover o equilíbrio entre a procura e a oferta turística e a necessidade de preservar os recursos e a identidade do território;
Oe 2. Promover a interação e a partilha de informação entre os turistas e os residentes e com isso o respeito pelo meio de suporte/território;
Oe 3. Valorizar a identidade, as diferenças e as complementaridades existentes na Região Oeste enquanto ativos estratégicos para o desenvolvimento turístico deste território;
Oe 4. Transformar turistas em “população local” e vice-versa, garantindo a valorização, o respeito e o uso eficiente dos recursos disponíveis;
Oe 5. Sensibilizar a população (residentes e turistas) para serem os ativadores da mudança no domínio da sustentabilidade ambiental, económica e social na Região Oeste.